10 de abr de 2007

Inevitável segundo

Os dias de hoje são tão incertos quanto o horário do Vila Gilda/Ana Rosa na hora do rush. Vivemos o dia a dia sem muita certeza do que virá amanhã e amamos cada vez mais o passado por nos dar a segurança que o presente nos nega. Alias, o que é o presente? Este segundo? Já é passado. Este segundo? Ops, já passou também. Talvez o próximo? Não, este ainda é o futuro. O presente parece ser nada mais do que estes segundos aterradores que antecedem o futuro antes de se transformar em passado. Incertos. Ameaçadores. Fugazes. Mas algumas certezas ainda temos. A terra é redonda e parece querer continuar sendo. A chuva molha, a não ser que você esteja bem abrigado. As arvores perdem suas folhas no outono e florescem na primavera. As estradas estarão entupidas em cada feriado. Os telefones estarão ocupados quando você estiver com pressa. Nos fins de semana a programação de seus 70 canais à cabo é de cortar os pulsos. A moda sempre encontra um jeito de tornar as mulheres ridículas. Os homens sonham secretamente com a poligamia. Pode não parecer muito, mas existe algum consolo em pequenas certezas. O mundo, há muito tempo, já não é um lugar seguro. E talvez a insegurança seja a causa de tantas incertezas, mas não adianta muito se afligir por isso. Passar do passado para o futuro exige coragem, é preciso ultrapassar estes segundos perigosos e incertos e acertar cada passo trôpego, cada tropeço e, mesmo errando um pouco, seguir em frente. Porque a única solução para nossos dilemas mundanos é chegar no próximo segundo. Vivos. Salvos. Esperando pelo próximo inevitável segundo.
...
...
...
Que agora já é passado.

3 comentários:

CLICK disse...

Andrea
Para não...somos os unicos que ainda mantem os blogs...Beijão!

Tina disse...

Oie Cuca!
Show esse post...
Eu tb me pergunto pq às vezes fico recordando tanto o passado... Mesmo que seja a semana passada. Nunca tinha me ligado nesse lance de "segurança", conforto talvez...
O bom de te ler é isso, essa reflexão (claridade) imediata que nos arrebata.... rs...
Beijos!
Se cuida ae!

Arcanjo Poeta disse...

Como diria a música, " ando devagar porque já tive pressa, e levo esse sorriso porque já chorei demais"...sem pressa...ja estamos com o pé na cova mesmo hahaha... teu blog é muito legal pra terminar assim...vamos em frente que lá vem outro segundo.