24 de mar de 2007

Sinto-me hoje como se tivesse sido mastigada e cuspida um milhão de vezes. A semana se arrastou em surpresas e preocupações e percebi como a maldita adrenalina nos sustenta nas horas difíceis. Agüentei firme. Até ontem. O fim do dia se esvaiu junto com os restos dessa maldita adrenalina e eu afundei como um pato que comeu cimento pensando ser açucar. A sensação não é de todo ruim para o espírito. O corpo, essa maquina delicada e potente, não concorda com isso. Cada músculo está gritando revoltado e minha cabeça se recusa a pensar com coerência por mais de alguns minutos. Mastigada e cuspida. Espero que depois de semanas de tensão, entre pressentimentos, agouros e ações, agora eu possa voltar à minha rotina ou pelo menos que possa criar uma nova rotina, já que a velha se rasgou e se atirou ao lixo. Não desisti do blog, ainda não, espero que nunca o faça, mas precisei deste descanso, desse intervalo para poder me entregar completamente à neurose, ao medo e ao pânico. Peço perdão aos amigos que permaneceram fieis mesmo quando eu os abandonei sem desculpas. Estou trabalhando, agora mesmo, em um novo conto para o blog e espero assim me retratar. Será um conto longo, em vários capítulos, como costumava postar e espero que possa cativa-los novamente. Mastigada e cuspida eu me despeço. A semana trará o conto e algumas dicas sobre livros e musica que andei estocando para dividir com os amigos.
Abraços. Beijos. Até breve.

10 comentários:

TOM disse...

Aiai, Andréa... A vida às vezes parece (e talvez realmente seja) tão cansativa... Fico esperando o conto! :)
Abração e até mais!

Louise disse...

Interessante... você não foi a única que foi cuspida essa semana. Está acabando... ainda bem.
Beijos querida... Bom final da semana.

Marcos Santos disse...

Ufa!, te achei!, quando tentava abrir seu pé na cova by blig dava crepe, até que hoje abri e vi seu endereço novo....boa sorte bjs

Marcos Santos
ex-Gotas de Fel, ex-Kazzx etc etc

contlucas@hotmail.com

Jorge! disse...

Oieee!!! Tb ando sumido, mas tenho certeza que vc sumii por um bom motivo e agurado ansioso o seu conto
Bjssssssss

adelaide amorim disse...

Já estou aqui sentada diante da telinha. Pode mandar :) Uma boa Páscoa pra você e beijo de chocolate.

Olivia Keeling disse...

Também afundei como um pato.
Talvez ainda esteja lá no fundo..
Me debatendo para voltar a superfície...
Estarei esperando sua volta..
Sei que volta...
Até eu mesma um dia voltei..
Abraço afetuoso.
Olivia Keeling.

Mirza disse...

Amiga!
Entendo vc perfeitamente. É uma luta sem fim mesmo.
FELIZ PÁSCOA.
Tô na área.
Grandes bjus.


Ps_ Essas letras são um saco.
Hehehe!!

GUARDIÃO DA NOITE disse...

Estou voltando...
sou como um nômade, mas assim penso ser melhor!
Bjs e muitas saudades de ti e de teus deliciosos, envolventes, encantadores, e filosoficos contos!

Guardiao da Noite

roseggata disse...

ola andreia, passei pra te desejar feliz pascoa!
beijosss...

Fran disse...

Já me senti assim, muitas vezes. Temos que recuperar o folego, respirar fundo e mergulhar de novo. :)

Um beijo!
;)