1 de out de 2007


Satisfação nem sempre vem por algo que você faz. Ela pode ser fruto do orgulho por se fazer parte de algo que é belo e sólido. É muito bom ser reconhecido por algo que se faz, mas é melhor ainda quando colhemos louros por um trabalho suado em equipe onde cada um olha para o outro e diz “bom trabalho” sem esperar por retorno, com uma admiração pura e sincera. É a primeira vez em minha vida que me sinto assim. É também a primeira vez que recebo tantos elogios sem que saiba se os mereço, mas os recebo com o coração leve e a certeza cada vez me esforçarei mais para merecê-los. É engraçado sentir essa coceguinha gostosa chamada “realização”, achei que fosse mito, ou mentirinha contada para nos ajudar a seguir em frente, mas existe de verdade e me traz um sorriso bobo nesse rosto cansado. Não é estranho esperar a vida toda por algo que deveria ser uma constante em nossas vidas? Não é estranho passar a vida fazendo tudo certo sem nunca alcançar a satisfação necessária para encontrá-la quando desistimos de procurar e nos contentamos com o ordinário? A beleza da vida é que o inesperado está sempre nos espreitando e não importa se deixamos de acreditar em fadas ou não, o que importa é que na próxima curva toda sua vida pode mudar e você nunca estará preparado. Nunca.

3 comentários:

Tom disse...

Ah, como gosto de passar por aqui e ver que você está bem! Se estivermso preparados para todas as mudanças a vida fica mesmo muito sem graça. Bom mesmo é ser surpeendido, não estar alegre o tempo todo, bom mesmo é a inconstância, a imperfeição. Funcionam como tempero para os momentos bons e perfeitos...
Abração lindona! Até breve

Mari Migliacci disse...

e como diria lou reed - and i guess i just don't know. rsrrsrs
saudade, dé
bjo

Ricardo Mann disse...

Aconteceu algo que eu não estou sabendo? Que eu saiba você sempre mereceu elogios e sempre teve realizações belas nesses anos todos que frequento seu espaço...