6 de jul de 2007

Fatos da Vida

Pastel de feira tem gosto diferente. Parece mais festivo, talvez até exótico. Comer pastel de pastelaria é como comer pizza em Goiânia, completamente sem graça. Talvez sejam os gritos dos feirantes ou as fatias de melancia, abacaxi e afins que vem como sobremesa.

Gadgets! Quem não os ama, quem não os deseja mesmo que não saiba para que vai usa-los? MP3, PenDrives, celulares com mil funções, despertadores que gritam seu nome, telefones que fazem tudo que os anteriores fazem e ainda brilham no escuro, mini estações de entrada USH em formato de bichinhos, maquinas digitais que fotografam em qualquer condição, caixas de som em formato de bolsa para seu MP3, teclados dobráveis, mini mesas para seu laptop e por ai vai. Cada dia que passa descobrimos que não podemos absolutamente viver sem estas pequenas maravilhas o que me leva para um outro fato da vida.

Japoneses podem fazer qualquer coisa. Qualquer país pode inventar algo, mas somente eles conseguem transformar esse algo em magia. Não é somente o fato de conseguirem encolher qualquer treco, que vai com certeza funcionar melhor do que o original, e ainda fazem com que seja uma maravilha para os olhos. São os mestres dos gadgets. São os criadores das melhores inutilidades indispensáveis. Quem não gostaria de se perder Tókio com alguns dólares no bolso? Dizem que são pequenos e por isso criam miniaturas, dizem que seus olhos estão sempre apertados para ver melhor, mas a verdade é que criam tantas coisas incríveis pois tem os cérebros mais privilegiados do planeta.

Não importa o que você leia, mistério, romances, aventuras, biografias, historia, você vai ser uma pessoa muito melhor e mais sabida se puder se educar a ler cada vez mais. Num mundo frases bruscas e toscas, ler cria um mundo a parte, aumenta seu vocabulário, o ensina geografia e historia sem que você perceba. Ler não é somente para os cultos, vide euzinha que devoro livros e não tenho nada de culta, é para todos. Livros ensinam a pensar, induzem a pensar. Livros são chocolate e pipoca para o cérebro, são a maneira de vivermos em um mundo completo que nunca conheceremos. Não são como os filmes onde só podemos ver o que nos mostram, os livros nos conduzem pelos pensamentos dos protagonistas, pelas artérias da trama. Ache seu gênero, seu autor e mergulhe.

Por mais que você seja desencanado e não ligue para o que aconteça quando já tiver feito sua viagem para o paraíso (ou inferno), deve um dia parar para pensar se gostaria que seus pais e avós deixassem o mundo no estado em que está deixando para a posteridade. Fazer algo gentil pela natureza não é frescura, não é gay (coisa que muitos machos parecem pensar), não é inútil porque você é somente um, é imprescindível neste mundo esgotado e esquecido por Deus.

Pipoca, chocolate, batatinha, amendoim, bala de goma, jujuba e similares, não são “besteiras”. Na verdade são parte importante de um gênero alimentício ainda não descoberto e que DEVEM ser inclusos na sua alimentação para o balanço perfeito de sua saúde física e mental. Um dia os japoneses descobrirão isso e contarão ao mundo. Confio neles.

Só para agradar meu irmão: O mar é feito de xixi de peixe.

6 comentários:

Tom disse...

"Livros são chocolate e pipoca para o cérebro". Adorei esse frase... rsrs. E essa frase de encerramento é coisa do seu irmão? hauahuahau... Gostei tbm. Abração é até mais, Andréa!

Thiago Quintella disse...

E um pouco de nosso xixi também! hehehe. Eu te acho culta!

Arcanjo disse...

Oi Andréa...que legal teu post...teu blog continua sempre show né... parabens mesmo de coração. Fique com Deus, tchau.

godoya disse...

Outro dia ouvi: você bebe água? Os peixes fodem nela. Poderia ser dita pelo seu irmão..rs...Eu tb espero pequenas mudanças que salvariam a grandiosidade do nosso planeta...E também estou esperando a nanotecnologia dos japa chegar nas calorias do chocolate e doces maravilhosos, mas a nanotecnologia viria não no tamanho das barras, mas sim no tamanho das calorias...Sonhar não custa nada

naenorocha1@hotmail.com disse...

ANJO

Anjo que sobrevoa meu sonho
Me deixa alerta, desperto
Me deixa muito mais perto
Das coisas boas da vida.
Anjo, te enxergar é complexo
É se curvar circunflexo,
Compenetrado, tristonho
Ante tua luz refletida.

Não quero nexo,
Sem essa ausência de sexo
Eu quero te ver perplexo,
Anjo tirado de mim.
Te quero anjo no céu,
Te quero voando ao léu.

Um beijo
Naeno
www.poemusicas.blogspot.com

Ricardo Mann disse...

O Japão é uma ilha cercada de xixi de peixe por todos os lados.